O destino nada me perguntou em colocar você na minha vida, mas caso você encontre com ele, agradeça-o em meu nome. /CaioF.

O destino nada me perguntou em colocar você na minha vida, mas caso você encontre com ele, agradeça-o em meu nome. /CaioF.



Postado em 27/10/2012 às 10:21
"Que as perdas sejam medidas em milímetros e que todo ganho não possa ser medido por fita métrica nem contado em reais. Que minha bolsa esteja cheia de papéis coloridos e desenhados à giz de cera pelo anjo que mora comigo. Que as relações criadas sejam honestamente mantidas e seladas com abraços longos. E que seja doce tudo que tiver que ser."

CaioF.


Postado em 27/10/2012 às 10:07
l-i-k-e-a-p-y-r-a-m-i-d: me descreve totalmente, tudo que sou, tudo que sinto... quando estou mal venho aqui e seilá me sinto tão bem, lendo coisas que eu sei que sinto, porem não sei expressar entende? me dá paz.. as frases.. as mensagens , enfim perfeito

Que bom *-* Obg.



Postado em 12/10/2012 às 10:35
for3ve-r: nossa amei aki, seguindo e criei a pequena liberdade de te enviar solicitação no facebook aceita lá depois linda.

Ah, ook! Aceitei :)



Postado em 12/10/2012 às 10:34
trocanter: Amei aqê muiito bom !! resolvi seguir, esse cara é muito bom muito inteligente, diferente, gosto muito Do Caio.

Concordo com você! Obg :)



Postado em 12/10/2012 às 10:26
anjo-do-seu-pesadelo: Lindo, lindo demais seu tumblr, parabéns, tudo perfeito, o theme, as imagens, as frases. Maravilhoso, vou até colocar na barra de favoritos.

Obrigada :D



Postado em 12/10/2012 às 10:25
thefiredies: Seu tumblr. *-* Nossa, fiquei APAIXONADO! Parabéns por um tumblr tão PERFEITO! <3

Obrigada *-*



Postado em 12/10/2012 às 10:25
rascunho-definitivo: Caaaaaaaaaramba, que tumblr perfeito é esse meu amor? ... Olha, ameei demais viu, super seguindo você :)

Obrigaaaada!



Postado em 12/10/2012 às 10:24
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »

Caio Fernando Loureiro de Abreu nasceu em Santiago em 12 de setembro de 1948 e morreu em Porto Alegre em 25 de fevereiro de 1996 devido a Aids. Foi um jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro. Apontado como um dos expoentes de sua geração, a obra de Caio Fernando Abreu, escrita num estilo econômico e bem pessoal, fala de sexo, de medo, de morte e, principalmente, de angustiante solidão.

home
about me
ask
here